segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Saudades

Dei a última aula do ano na quinta-feira, dia 17/12. Não tem nem uma semana, mas já estou com saudades da minha turminha...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Aceno

Rastro nenhum deixou
Na solidão de sua estrada
No chão em que pisou
Lama suja e alma lavada

Olhou contente p'ra trás
E ao longe me viu a acenar
Desfez seu ar de sagaz
Quando me pus a provocar:

-Sabia que olharia
Pensando encontrar-me vazia
Desengano esta sua vaidade
Transbordo arte e poesia
Me encharcando de saudade.

sábado, 31 de outubro de 2009

O par ideal

Ou é ideal ou é existente. Há de se escolher: amar um ideal ou amar uma pessoa. Muito fácil amar o que não existe. Fácil e sem graça. Mas há quem prefira. O que complica é esperar de pessoas reais um comportamento ideal. O amor é necessariamente dependente da realidade. Ele não sobrevive a ela, ele só sobrevive com ela. A ilusão é o veneno do amor. O objeto amado pode não ser o que gostaríamos e vamos continuar a amá-lo, mas se descobrimos que ele não é o que pensávamos, aos poucos o amor se escoa pelo ralo.  O  parceiro ideal é no que devemos nos transformar. A solução do problema é essa: preocupar-se em ser o par ideal, tomar para si as exigências feitas aos outros. Se eu não sou o que considero um par ideal, não mereço um pra mim.

domingo, 4 de outubro de 2009

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Gabriel:
- O que é fono?
Pedro:
- É uma "muié" chata que fica enchendo o seu saco.
Eu, já impaciente com a agitação e consequente improdutividade do Gabriel outra tarde:
- Gabriel, vou te prender aqui até sair alguma coisa
Ele, superassustado (assim?) sempre:
- Ai, meu Deus! Que coisa???
Eu dando aula pra Luíza, Cris e Thalyta e a Su, morrendo de sono, toda hora pescando. Aí a Lu solta essa:
- Q, uma coisa: aqui é pra gente estudar ou pra dormir?
Léo espera a Su sair e me pergunta baixinho:
- Q, quem deu esse nome pra Susana?

Outro dia...
L - Su, onde você arrumou esse cabelo?
Q -No Saara, kkkkkkkkkk
Bruno - É, na Copa nem precisa comprar aquelas perucas, é só pintar um lado de verde e outro de amarelo!
Frases do Gabriel:
- Eu adoro ouvir histórias comoventes da vida das pessoas!
- Eu sou muito divertido!
- Você é uma professora muito boa! No fim do ano vou comprar uma lingerie pra você. (O.o)

Léo e Gabriel:
L - Eu só tenho vergonha de tomar banho. (!)
G - Eu também. É que o chuveiro me vê pelado. (!?!)

L - Q, você tem pasta de dente na bolsa?!?
Q - Tenho. (e mostro - é daquela que é também enxaguante bucal)
G - Deixa eu experimentar?
Pingo uma gotinha na língua dele.
L - Eu também?
Outra gotinha.
Su assiste tudo e comenta:
- Não sei qual dos três é mais maluco...
E o Gabriel, com a mão levantada:
- Eu! Eu! Me escolhe! Me escolhe!
Vitória toda hora olhando as horas e comentando que tem médico.
Lá pela quinta vez, Su pergunta:
- Por que a Vitória está com tanta pressa de ir pro médico?
E o Gabriel:
- É que o médico é galã!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Esses 2...

Léo - Q, tenho uma notícia ruim e uma má, qual você quer primeiro?
Q - Assim, tanto faz...
L - É que, se alguém me der um soco no lubi-lubi (como será que se escreve isso???) e não pedir desculpas, eu desconto.
Q - O que é lubi-lubi? (inoceeeeeeeeeeeeeeente)
Gabriel - Será que é o que estou pensando?
L - (como ar de riso) É o que você está pensando...
G - Mas quem vai dar um soco no lubi-lubi? É mais fácil dar um chute. Só se for uma tarada. Mulher tarada que vai dar soco no lubi-lubi. Mulher direita dá chute.

kkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu mereço...
Gabriel de novo...

G - Eu quebrei a canela em dois lugares quando era pequeno.
Q - Como você conseguiu isso?
G - Fui fazer birutice e caí da escada...


Léo - Q, você arranjou um bando de malucos!

E não é que é???
Gabriel ainda "decifrando" verbetes em enciclopédia:
- Queila, o que é esse Bras.N.E.? Brasil Neurótico Experimental?

???

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Hoje a Ana, mãe da Gaby 2, ligou avisando que já estão em casa - graças a DEUS! Como cheguei em casa tarde pra visitá-las, liguei pra lá e combinei com a Gaby de vê-la amanhã. Mas, só de ouvir a vozinha dela animada já me tranquilizou (sem trema :( ...)

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Bruno: - Por que todo mundo tem espinhas?
Gabriel: - É a regra da vida...

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Tem muito de lagarta no ser da borboleta...
Vitória contando histórias de família, Gabriel e Léo fazendo tarefas.

G - Ô, Queila, isso aqui é aula particular ou aula de contos da vida?

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Torcida pela Gaby 2

Coincidentemente, uma aluna também se acidentou no fim-de-semana: a Gaby 2. Não consegui muitas informações, espero conseguir vê-la amanhã... Por favor, orem e torçam por ela.

DEUS está cuidando! Eu creio!
Gabriel está aprendendo a encontrar e entender verbetes em dicionários e enciclopédias.
Fazendo tarefa hoje à tarde:

G - É pra copiar tudo? Até essas palavras complicadas?
Q - Não, o exercício está pedindo só os significados.
G - Hum... Agora as coisas começam a fazer sentido na minha cabeça...

Minutos depois...

G - Vou ter que fazer a mesma coisa com essas palavras?
Q - Vai.
G - Ê lasqueira!

Mais alguns minutos...

G - Aaaaaaaaa, meu Deus! Isso embola meus neurônios!

O Gabriel levou um susto nesse fim-de-semana. A avó dele bateu com o carro e ele estava junto.
Ele contou a história (fiquei com um medo do caramba, quase fiz xixi na calça...) umas 3 vezes. No fim de uma dessas vezes, Carol sai com essa:
- Agora falta você mandar isso para o Aconteceu Comigo!

Ele já tinha ficado CHOCADO vendo "palavrões" no dicionário. Quando o Bruno chegou, ele mostrou o dicionário indignado e disse:
- É muita pouca-vergonha pra um dicionário só!

Eu comentei a agitação, disse que ele estava surtado hoje. Ele fez que sim e acrescentou:
- Bebi pinga!

Depois, passou um papel pro pessoal colocar MSN e Orkut. A Gaby nem deu bola, devolveu sem escrever. Ele, amuado:
- Só ela que não deu. Mulheres...

kkkkkkkkkkkk
Nem a Gaby aguentou!
Diálogo da mãe com o Dani, hoje de manhã:

M - Quando começamos a dieta?
D - Ué! Você não começou?
M - Você não acordou...
D - Eu disse que não era pra comer nada de manhã. Você comeu o que?
M - Comi cream cracker. Você não acordou, estava te esperando.
D - Me esperando pra não comer nada juntos???

kkkkkkkkkkkk

Minutos depois...
D - Pode tomar só café.
M - E adoça com o que? Adoçante?
D - Não, com Leite Moça.

kkkkkkkkkkkkkkkk
Mariana narrava para os novos alunos as peripécias do Pedro na escola, só horrores. Ele, compenetrado, continuava a fazer a tarefa... Ela conta do dia que ele virou a lata de lixo na hora do recreio. Ele levanta os olhos, com um ar nostálgico e solta essa:
- Velhos tempos...

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Amamos essa garotada!!!

- Cala esta suna matraca horrorosa!
(Carol irritada com Gabriel - em espanhol!!!)
kkkkkkkkkkk

- Por que não tem mais trema?
...
- Eu gostava mais. Dava uma fashionzidade na palavra...

!!!

(Gabriel, 12 anos, reclamando da Reforma Ortográfica)

Bras.N.E. = Brasil Neurótico Experimental
(Gabriel aprendendo a consultar enciclopédias)

- Pedro, é falta de educação ir à uma festa para a qual você não foi convidado.
- Não, eu vou falar com o Vinícius se eu posso ir. Aí ele liga pra menina, claro. Aí ele fala bem de mim pra ela e ela deixa eu ir...
(Pedro, 11 anos, planejando dar uma de penetra na festa da Mila)

- Cada árvore que "cê" tirar é uma nuvem preta que "cê" vai criar.
(Bruno, 13 anos, sobre as causas das mudanças climáticas)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

- Tia, vou aprender a fazer cachecol.
- Que legal, Lari.
- Vou vender pra ganhar uma graninha.
- Muito bom!

...

- Para fazer uma poupança para meus filhos...
(Lari, 10 anos, super-precavida)

domingo, 16 de agosto de 2009

???

"Ô, Queila, quando o Bruninho crescer ele vai ser anão, não é?"
(Léo, 8 anos, figuraça)

terça-feira, 4 de agosto de 2009

"Não é melhor resolver quando está ruim do que deixar pra resolver quando estiver pior?"

(a mesma aluna, porque eu disse que minhas unhas estão um horror, mas só vou resolver isso no fim-de-semana)

Será que ela tem noção da profundidade do que disse? Tudo bem adiar a manicure, mas, em muitas outras questões, o que ela disse seria a solução. Evitaria desencontros, desentendimentos, desastres... A maioria dos problemas teria soluções mais rápidas, menos doloridas, deixando menos marcas, se os enfrentássemos quando detectados. Quando a situação está "só" ruim, antes de ficar pior... Por que as pessoas têm tanto medo de confrontos? Por que evitamos encarar os problemas, enfrentá-los, falar sobre eles, pedir ajuda pra resolvê-los? Por que tanta dificuldade para admitir nossas "imperfeições" e fragilidades? O diálogo, a conversa franca e direta, a coragem de expressar opiniões e de discordar de opiniões expressas, o respeito incondicional ao outro... será que é utopia ansiar por um mundo assim?

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Mea Culpa

Putz! Tempão que eu não passo por aqui... Andei sem PC, sem tempo, sem nada pra escrever, hehehe

Resolvi fazer um balanço do primeiro semestre, já que minha vida funciona em calendário escolar.
Pra começar, frases.

"Quem pede dinheiro não é mendigo nem é maluco - é sagaz!"
(mendigo maluco e sagaz pedindo dinheiro na Ponte Velha)

"Por que bicho que voa atravessa a rua andando?"
(eu mesma, indignada com aves que caminham l-e-n-t-a-m-e-n-t-e pelas ruas)

"Ele é um gatinho que entrou no meu coração e roubou ele de mim..."
(aluna de 8 anos fazendo confidências amorosas)

sexta-feira, 5 de junho de 2009

AO meu DEUS, sempre provedor

Obrigada por tudo que fazes, pelo que és, por saberes e atenderes todas as minhas necessidades, por Teu Amor, Teu Cuidado, Teu Carinho, por apenas dirigires Teu olhar a mim, não sendo eu merecedora. Obrigada por seres Meu Melhor Amigo, Meu Pai, Meu Rei, Meu Senhor. Amo-Te! Muito!!!

terça-feira, 26 de maio de 2009

Dores: circo de horrores!

Comecei ontem numa oficina de arte circence. Vai até sexta feira (a oficina, já eu, não sei se sobrevivo até lá...). Fui confrontada com meu sedentarismo e tive que dar mil piruetas e agachar zilhões de vezes pra pegar as bolinhas do malabares. Resultado: dor, dor e mais dor. No pescoço, nos braços, no abdômem, na bunda e nas coxas. As piores são as dores da bunda e das coxas, que são constantes (as dores). Que vergonha! Esse comodismo com meu corpo e minha saúde me fez passar vergonha. Que difícil dar cambalhotas! Ainda acho que deveria haver paramédicos (é assim mesmo que se escreve???) por lá. Por mim! Estou com medo das aulas de hoje, mas essa desmesura de dor não pode ser à toa. Vou perseverar. Tomara que eu sobreviva. Se eu não sobreviver, avisem minha mãe que eu a amo muito. Esse pode ser meu último post...

terça-feira, 12 de maio de 2009

Bonequinha de Luxo

Assistam "Bonequinha de Luxo"! Eu e Queila começamos a ver ontem, mas dormimos... Terminamos de ver hoje. É muito bom, muito fofo!!! Amei o Paul Varjak. V.A.R.J.A.K. rsrsrs A música é linda! O figurino dela é très elegant! Vocês vão se apaixonar!

terça-feira, 21 de abril de 2009

Aos meus queridos

"...nunca conhecemos ninguém completamente. Nossos melhores amigos reservam sempre surpresas." - Maurice Druon

Amo vocês, meus amores! Obrigada pelo carinho, pelos recadinhos no orkut, pelos comentários em fotos e postagens, por tudo, enfim. Não estou achando que vou morrer, não é por alguma data especial, eu só achei que deveria dizer isso hoje, mais nada. Aos de longe, aos de perto, aos velhos, aos novos, aos íntimos, aos não tão íntimos (mas nem por isso menos importantes), aos virtuais, aos virtuosos, aos que me lembro, aos que não se lembram:
OBRIGADA!
Vocês são muito importantes na minha vida!!!
Beijos enormes.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Separação

Uma vontade encoberta. Um desejo contido. O que mais esconderá Marília? Vida e espaço dividos com alguém que não se quer. Sua mente tão longe repousa, sua alma tão ferida lateja. Um não amar correspondido, um amar sofrido, imenso, intenso que não se resolve nem dissolve num gole de dry martini. Memórias que atormentam, momentos que berram entre Marília e seu marido: há palavras que matam, há silêncios que despertam. É chegada a hora do fim, e dentro deste, um sim e um novo começo.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Satisfações

Não tenho postado porque meu teclado está ruim... Um cara vem aqui em casa ver isso amanhã.
Obrigada pela compreensão.
Beijo =)

terça-feira, 17 de março de 2009

sexta-feira, 13 de março de 2009

Sem momento para o mais

Ando sempre atarefada, correndo como louca de um lado a outro. Pra quê? Pra quem? As tarefas me tomam menos tempo que o percurso de um afazer a outro. Eu não consumo bem o meu tempo. Ele é quem me consome, me traga, me sorve. Entre o cinza da cidade respingado pelo verde que subsiste, acelero corpo e pensamento. Não posso perder a hora, mas na hora me perco. Então, esbaforida e sem forças, atinjo o objetivo almejado. E agora? Agora já não existe, virou passado. Perdi tempo, já não tenho futuro. É tarde. A cada minuto percebo que estou (sobre)vivendo sem momento para o mais...

sábado, 7 de março de 2009

"Mas o fruto dO Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio." Gálatas 5.22

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

"Estamos habituados a julgar os outros por nós próprios, e se os absolvemos complacentemente dos nossos defeitos, condenamo-los com severidade por não terem as nossas qualidades."


"A dor é como uma dessas varetas de ferro que os escultores enfiam no meio do barro, ela sustém, é uma força!"

"É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música."

"O amor é a poesia dos sentidos. Ou é sublime, ou não existe. Quando existe, existe para sempre e vai crescendo dia a dia."

"Quando todo o mundo é corcunda, o belo porte torna-se a monstruosidade."

"O remorso é uma impotência, ele voltará a cometer o mesmo pecado. Apenas o arrependimento é uma força que põe termo a tudo."

Honoré de Balzac

sábado, 14 de fevereiro de 2009


Olhando para o que nos tornamos seguindo separados é inevitável imaginar o que seríamos juntos...

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Três Marias

Três amores
Três beldades
Três dores
Três saudades

Três vezes sofri
Três vezes chorei
Nenhum amor vivi
Dos três que eu encontrei

Eternas intocadas
Contento-me em vê-las
Eternamente amadas
Jamais poderei tê-las
Marias eternizadas
Paixões em forma de estrelas.

P.S.: Este meu eu lírico é homem, galinha, confuso pero (é assim que se escreve?) romântico. =)

terça-feira, 27 de janeiro de 2009


Adorarei, de Moysés Malafaia

Eclesiastes 3
1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. 2 Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; 3 Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; 4 Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; 5 Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar; 6 Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora; 7 Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; 8 Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.

Ontem

Amiga-prima-sócia-comparsa-irmã-etc. + cachorro-quente de linguiça + brigadeiro com creme de leite beeem gelado de sobremesa + meia barra de Talento (aquele da embalagem verde) pra cada uma + visita à Taíze (como a Julia é liiinda!!!) + estar na Igreja, mesmo que por pouco tempo + cachorro-quente de novo = dia muito gostoso!!!

Obrigada, Queila. Amo você!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Pêlo no queixo

Tem um maldito pêlo que nasce sempre numa mesma cicatriz no meu queixo. E ele passou o dia inteiro me incomodando, mas não consegui arrancá-lo.
ODEIO PÊLOS! Principalmente este!!!
É só. Precisava reclamar.
Até.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

"MEU CORAÇÃO NÃO SE CANSA
DE TER ESPERANÇA
DE UM DIA SER TUDO O QUE QUER (...) MEU CORAÇÃO VAGABUNDO
QUER GUARDAR O MUNDO
EM MIM" Caetano Veloso

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Não tô pra ninguém

Leiteiro, cobrador, vizinha, sogra
Pedinte, entregador de pizza, tesmemunha de Jeová
Bombeiro hidráulico, diarista, vendedor de enciclopédia

Hoje não tô pra ninguém!
Só hoje, por favor! Que passei minha vida inteira sem ninguém tá pra mim e não reclamei!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Sobre o eufemismo romântico

Aos românticos que adoram um eufemismo, vou postar um trecho de "A Moreninha" (Joaquim Manuel de Macedo), o livro que comecei a ler há pouco tempo e que estou amando! Neste trecho fica bem evidente o quão ridículo é essa nova (ou seria antiga?) moda de tentar "amaciar" a realidade. Como está escrito no mesmo livro, muita gente "Não sente o que diz. Faz mais do que isso, pois diz o que não sente.".

"Vocês com seu romantismo a que me não posso acomodar, a chamariam "pálida". Eu, que sou clássico em corpo e alma e que, portanto, dou às coisas o seu verdadeiro nome, a chamarei "amarela".
Malditos românticos, que têm crismado tudo e trocado em seu crismar os nomes que melhor exprimem suas idéias!... O que outrora se chamava, em bom português, moça feia, os reformadores dizem: menina simpática!... O que em uma moça era antigamente desenxabimento, hoje é ao contrário: sublime languidez!... Já não há mais meninas importunas e vaidosas. As que forem, chamam-se agora espirituosas! A escola dos românticos reformou tudo isso, em consideração ao belo sexo.
E eu, apesar dos tratos que dou à minha imaginação, não posso deixar de convencer-me que a minha linda prima é (aqui para nós) amarela e feia como uma convalescente de febres perniciosas."

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Em protesto à violência de Resende, que fez mais uma vítima, D. Xuxu, no último dia 25

Até Quando?

Até quando nós ficaremos calados?
Até quando nós ficaremos?
Até quando nós?
Até quando?
Até.